Adicionar RSS




Há    visitantes  além dos   membros online no site neste momento booked.net booked.net booked.net


   Adicionar RSS de Decisões & Notícias

Decisões & Notícias

 
FILTROS
Direito Previdenciário
Maia defende mesma idade mínima para aposentadoria de homens e mulheres
|Previdência e Aposentadoria |Poderes da República



Publicado em 14/03/2017

        BRASÍLIA, DF - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) defendeu hoje (14) a manutenção da idade mínima de 65 anos para homens e mulheres se aposentarem. Segundo Maia, "há um forte apoio da sociedade" para o estabelecimento da mesma idade de aposentadoria para homens e mulheres.

“Quando se exige maior participação das mulheres no mercado de trabalho, na política, eu acho que, quando se quer caminhar para esse equilíbrio, tem que ser um equilíbrio para tudo e eu não vejo na sociedade uma rejeição em relação a esse tema. Mais de 65% dos brasileiros não veem problema na mesma idade”, disse na manhã dessa terça-feira após reunião com integrantes da base aliada para tratar da reforma da Previdência.

Maia também voltou a apelar para a aprovação na íntegra do texto da reforma da Previdência encaminhado pelo governo. O presidente justificou a manutenção da proposta com o argumento de que ela é fundamental para reduzir o déficit nas contas da Previdência. “Tem um problema que o Brasil vive que é um deficit crescente da Previdência e que vai gerar uma insolvência do sistema de Previdência daqui a alguns poucos anos. É um deficit de R$ 220 bilhões nos dois sistemas [Regime Geral da Previdência e Regime Próprio de Previdência Social] e que precisa ser resolvido”, defendeu.

O deficit do sistema previdenciário tem sido utilizado pelo governo como um dos principais argumentos em defesa da reforma. Entretanto, os cálculos são questionados por organizações como a Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip).

De acordo com Maia, a reunião serviu para avaliar o calendário de trabalhos da comissão especial que analisa a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/16, que trata da reforma da Previdência; levantar os pontos de dúvidas de deputados da base aliada e buscar o consenso para a aprovação do texto do Planalto. Participaram do encontro o presidente da Comissão Especial, Carlos Marun (PMDB-MS), o líder da maioria na Câmara, Lelo Coimbra (PMDB-ES), além dos deputados Darcício Perondi (PMDB-RS), Júlio Lopes (PP-RJ), José Carlos Aleluia (DEM-BA), Thiago Peixoto (PSD-GO) e Reinhold Stephanes (PSD-PR).

Maia também defendeu os demais pontos da reforma da Previdência, entre eles as alterações nos critérios para a concessão da aposentadoria rural, no Benefício de Prestação Continuada (BPC) e nas regras de transição para o novo regime. O presidente reiterou ainda que espera que o texto seja aprovado no plenário da Câmara até o final de abril. “É um tema polêmico, difícil, mas não podemos fugir da nossa responsabilidade”, sustentou.

Fonte:   ABr - Agência Brasil

Revisão: Mateus Matos

Leia mais sobre o mesmo ramo de atividade: Poderes da República
» Advogados aprovados em concurso público da CEF têm reconhecido direito a posse -13/06/2018
» Temer decreta Garantia da Lei e da Ordem em todo país até 4 de junho -26/05/2018
» STF aprova restrição do foro privilegiado para deputados e senadores -04/05/2018
» STJ edita seis novas súmulas -16/09/2017
» Conselho de Ética do Senado arquiva em definitivo pedido de cassação de Aécio Neves -06/07/2017
» Criada comissão especial que vai analisar reforma política do Senado que pode adiar as eleições de 2018 para 2020 -04/05/2017
» Justiça condena Eduardo Cunha a 15 anos de prisão por corrupção, lavagem e evasão de divisa -30/03/2017
» Comissão da reforma da Previdência recebe mais de 140 emendas ao texto -14/03/2017
» Presidente do STF homologa delações da Odebrecht -30/01/2017
Leia mais sobre o mesmo tema: Previdência e Aposentadoria
» Comissão da reforma da Previdência recebe mais de 140 emendas ao texto -14/03/2017
» CCJ da Câmara aprova admissibilidade da PEC da Reforma da Previdência -15/12/2016
» Beneficiário de boa-fé não precisa restituir valores pagos a mais por erro da entidade de previdência privada -21/11/2016
» Supremo decide que desaposentação é ilegal -26/10/2016
» Associações questionam aposentadoria compulsória dos membros do MP -04/04/2016
» Servidor não deve ressarcir INSS se o erro em valores recebidos foi da administração -29/02/2016
» Aposentados não têm direito adquirido a manutenção do plano de saúde empresarial anterior -15/10/2015
» Aposentadoria compulsória para servidor aos 75 anos tem regulamentação aprovada -29/09/2015
» Novas regras para aposentadoria valem a partir de hoje -18/06/2015
Leia mais sobre a mesma matéria: Direito Previdenciário
» Ex-juiz do caso Eike Batista é condenado a 52 anos de prisão -21/02/2018
» Comissão da reforma da Previdência recebe mais de 140 emendas ao texto -14/03/2017
» CCJ da Câmara aprova admissibilidade da PEC da Reforma da Previdência -15/12/2016
» Beneficiário de boa-fé não precisa restituir valores pagos a mais por erro da entidade de previdência privada -21/11/2016
» Supremo decide que desaposentação é ilegal -26/10/2016
» STF reafirma jurisprudência para vedar acumulação tripla de vencimentos -24/10/2016
» Professor que ficou 26 anos afastado da função não tem direito à aposentadoria compulsória -26/05/2015
» Restituição de previdência privada depende de desligamento da empresa -25/05/2015
» STJ confirma direito à desaposentadoria sem devolução de valores -08/05/2013
770 visitantes leram este conteúdo até o momento


    Nenhum comentário a respeito, até o momento.






Deixe sua opinião:
Por favor, desligue o CAPS-LOCK.



PESQUISA
DIGITE A PALAVRA:


ESCOLHA EM QUE CAMPO PESQUISAR:


Todas as palavras
Expressão exata