Pressione "Enter" pra pular este conteúdo

Publicações em março 2007

CNTE: piso é injusto por não diferenciar profissionais

A fixação de um piso salarial nacional para o magistério em R$ 850 é injusto por não estar vinculado à formação profissional, segundo o diretor da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Denilson Bento da Costa

Por Mateus Matos