Pressione "Enter" pra pular este conteúdo

Jovem que furtou bicicleta elétrica no Leblon é condenado a 16 meses de reclusão

A juíza da 40ª Vara Criminal da Capital do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), Alessandra de Araújo Bilac Moreira Pinto, condenou Igor Martin Pinheiro, de 22 anos, a um ano e quatro meses de reclusão e 10 dias de multa por furto qualificado de uma bicicleta elétrica. O veículo estava estacionado em um bicicletário em frente ao Shopping Leblon, na Zona Sul do Rio, em 12 de junho deste ano.   

A magistrada fixou o semiaberto como regime inicial para cumprimento de pena, não concedendo a substituição da pena privativa de liberdade por restritivas de direitos, por ser o réu reincidente. Em até 72 horas, o Igor será transferido para uma unidade com o sistema compatível ao semiaberto.   

 Na audiência de instrução e julgamento (AIJ), realizada nesta quarta-feira (25/8),  o acusado permaneceu calado durante o seu interrogatório. Além dele, foram ouvidos Mariana Spinelli; dona da bicicleta furtada; Tomás Oliveira – namorado da vítima; e Thomas Jardim, policial civil.   

 O caso ganhou repercussão após a dona da bicicleta furtada e o seu namorado terem abordardo o professor de surfe Matheus Nunes Ribeiro na porta do shopping e perguntando se ele teria roubado o veículo. Matheus, que aguardava a namorada no local, negou e mostrou fotos antigas dele com a bicicleta do mesmo modelo.  O professor filmou a discussão com o casal e postou o vídeo nas redes sociais.    

 O réu, que é conhecido por praticar diversos furtos no bairro, vendendo os bens objeto dos delitos em  sites na internet mediante o mesmo modus operandi, estava preso preventivamente desde o dia 17 de junho.   

 Igor foi reconhecido nas imagens captadas por câmeras de segurança do local, tendo sido abordado por policiais civis dias após o ocorrido, oportunidade em que carregava em sua mochila um alicate de pressão de 18 polegadas.  

Processo nº 0135680-17.2021.8.19.0001    

Mission News Theme by Compete Themes.