Pressione "Enter" pra pular este conteúdo

Virgílio Medina é incluído em denúncia da Operação Furacão que tramita no Supremo

Ao acolher pedido feito pelo procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, o ministro Cezar Peluso incluiu o advogado Virgílio Medina na denúncia resultante do Inquérito 2424, da Operação Furacão, que está no Supremo Tribunal Federal (STF). A decisão de Peluso foi tomada nesta quinta-feira (26), quando foi protocolado o pedido do procurador-geral.

Virgílio Medina foi notificado da decisão ao meio-dia desta sexta-feira (27), na carceragem da Polícia Federal em Brasília (DF). Ele terá 15 dias para apresentar sua defesa ao Supremo, contados a partir da próxima segunda-feira, dia 30.

O advogado continuará a responder aos fatos que lhe são imputados na denúncia apresentada contra ele na 6ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

Por Mateus Matos