Pressione "Enter" pra pular este conteúdo

OAB entra no Supremo para garantir direitos a presos na Operação Furacão

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Cezar Peluso, recebeu hoje (16) mandado de segurança elaborado pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em relação aos 25 suspeitos detidos na Operação Furacão. A operação, realizada pela Polícia Federal (PF) na última sexta-feira (13), deteve 25 pessoas suspeitas de envolvimento em jogos ilegais.

Peluso prometeu atender aos três pedidos que estão no mandado de segurança, afirma o presidente da OAB, Cézar Britto, que foi ao Supremo esta tarde. A ordem pede cela especial aos presos que têm curso superior completo, contato visual do advogado com o detento e acesso direto dos advogados aos autos da investigação.

Até o momento, segundo os advogados, a conversa entre as duas partes vem sendo feita por interfone. Os advogados também reclamam da falta de acesso aos documentos. “São três prerrogativas que o ministro ficou de atender”, disse Britto.

O ministro Peluso também ficou de fazer contato com a Superintendência da PF, em Brasília, onde estão alojados os presos para saber do tratamento que vem sendo dispensado aos suspeitos.

Seja o Primeiro a Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MM