Pressione "Enter" pra pular este conteúdo

Cada eleitor rende R$ 1 para o Fundo Partidário

O Fundo Partidário, que os partidos políticos recebem mensalmente para custear despesas gerais é bancado pelo Tesouro Nacional, com dinheiro dos impostos arrecadados dos contribuintes. Em 2006, os partidos receberam R$ 117,8 milhões. Para chegar ao valor, foi multiplicado o total de eleitores em 31 de dezembro de 2005 por R$ 0,97.

Nos R$ 117,8 milhões não entram, ainda, os R$ 24,7 milhões que vieram de multas por infrações eleitorais, nemR$ 5,6 milhões provenientes do superávit financeiro do Orçamento Geral da União.

Para 2007, o orçamento aprovado em dezembro pelo Congresso e sancionado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva destinou R$ 126,4 milhões aos partidos – valor diretamente proporcional ao número de eleitores registrados.

Os dados da divisão em 2007 ainda não foram divulgados pelo TSE. Veja, abaixo, a distribuição do Fundo Partidário pelos partidos em 2006, sem levar em conta as multas e o superávit financeiro do orçamento.

PartidoValor
(milhões)
%
PT R$ 24,120,4 
PSDBR$ 18,8 15,9 
PMDB R$ 17,5 14,8
PFL
R$ 17,3
14,7
PP
R$ 10,2
8,7
PSB
R$ 6,9
5,8
PDT
R$ 6,7
5,7
PTB  R$ 6,7  5,7
PL R$ 6,7
5,7
PPS
R$ 1,1
0,9
PCdoBR$ 0,850
0,7
PV
R$ 0,047
0,04
PTC
R$ 0,0340,03
PSC
R$ 0,034
0,03
PRP
R$ 0,034
0,03
Prona
R$ 0,0340,03
PSTUR$ 0,0340,03
PMR
R$ 0,034
0,03
P-SOL
R$ 0,034
0,03
PHS
R$ 0,0340,03
PMN
R$ 0,031
0,03
PTdoB
R$ 0,028
0,02
PCBR$ 0,027
0,02
PRTB
R$ 0,0270,02
PSDC
R$ 0,0270,02
PSL
R$ 0,025
0,02
PCO
R$ 0,010
0,01
PAN


PTN


Total
117,875
100%
Fonte: TSE, 2006.

 

Seja o Primeiro a Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MM