Pressione "Enter" pra pular este conteúdo

Manual orienta consumidor a se prevenir diante de crise aérea

A crise nos aeroportos levou à elaboração de um manual com dicas para quem vai viajar de avião neste final de ano. A Fundação Procon de São Paulo relacionou procedimentos que os consumidores devem tomar com relação a vôos atrasados, extravio de bagagem e overbooking (quando as compahias aéreas vendem mais passagens que assentos disponíveis).

A coordenadora do departamento institucional da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor Pro Teste, Maria Inês Dolci, falou sobre o assunto dia 28 de dezembro de 2006, em entrevista ao programa Revista Brasil.

Segundo ela, o primeiro passo é procurar as empresas aéreas em qualquer problema com os vôos. Dolci lembra que os consumidores devem se dirigir à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para registrar queixas.

“Mesmo que a Anac diga que não vai registrar a queixa, que não vai tomar uma decisão no momento, o consumidor deve fazer o registro, porque a agência deve saber dos problemas e dar encaminhamento para as queixas”.

O manual oferece outra dica para quem quer se prevenir das filas na hora do check-in: ir ao aeroporto na véspera da viagem ou fazê-lo pela internet.

Os passageiros que estam aguardando na sala de embarque, o guia alerta que é preciso estar atento às chamadas dos vôos. Já para os que estão dentro do avião aguardando a decolagem, o manual recomenda que o passageiro faça uma carta questionando o atraso. Segundo Dolci, a mensagem deve ser deixada na empresa aérea e na Anac.

“É importante saber que o consumidor que tem atraso de mais de quatro horas já passa a ter direitos. Direito a transporte, alimentação e hospedagem. No caso de vôo cancelado, ele deve pedir para a empresa uma alternativa e também registrar queixa”.

Os problemas de overbooking e bagagens extraviadas também estão previstos no manual. Nestes casos, o guia chama atenção para que o consumidor identifique bem a bagagem e preencha um formulário, na companhia aérea, de forma que receba a bagagem perdida em casa.

Para mais informações sobre o manual acesse o site www.proteste.org.br

Por Mateus Matos