Pressione "Enter" pra pular este conteúdo

CPI revela nomes dos 27 sanguessugas que serão investigados pelo STF

O presidente da CPI dos Sanguessugas, deputado Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ), divulgou nesta quarta-feira o nome dos novos 27 parlamentares que serão investigados pelo STF (Supremo Tribunal Federal) por suposto envolvimento na máfia dos sanguessugas.

Apenas três deputados que serão investigados pelo STF não tiveram o pedido de cassação recomendado pela CPI: Gilberto Nascimento (PMDB-SP), Feu Rosa (PP-ES) e Helenildo Ribeiro (PSDB-AL).

A lista não traz novidades entre os supostos deputados sanguessugas. Todos os nomes já eram conhecidos pela CPI. Segundo Biscaia, a comissão vai analisar os nomes dos três deputados que serão indiciados pelo STF, mas que foram inocentados pela comissão. “Vou trazer essas questões para a CPI. A qualquer momento poderemos incluir novos nomes no relatório final da comissão. Se surgirem novos elementos, eles poderão ser indiciados pela CPI”, disse.

Confira abaixo os nomes dos 27 investigados pelo STF:

Jorge Pinheiro (PL-DF)Carlos Nader (PL-RJ)Josué Bengtson (PTB-PA)Coronel Alves (PL-AP)Carlos Dunga (PTB-PB)Gilberto Nascimento (PMDB-SP)Érico Ribeiro (PP-RS)Almerinda de Carvalho (PMDB-RJ)Heleno Silva (PL-SE)Marcos de Jesus (PFL-PE)Ildeu Araújo (PP-SP)João Grandão (PT-MS)Paulo Gouvêa (PL-RS)João Magalhães (PMDB-MG)Ricardo Rique (PL-PB)Jonival Lucas Júnior (PTB-BA)César Bandeira (PFL-MA)Wellington Roberto (PL-PB)Benjamin Maranhão (PMDB-PB)Magno Malta (PL-ES)Agnaldo Muniz (PP-RO)Adelor Vieira (PMDB-SC)Feu Rosa (PP-ES)Robério Nunes (PFL-BA)Celcita Pinheiro (PFL-MT)Marcondes Gadelha (PSB-PB)Helenildo Ribeiro (PSDB-AL)

Mais três deputados devem ser investigados

O presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Sanguessugas, deputado Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ), disse há pouco que três deputados, da lista dos 18 que a CPMI havia inocentado, devem ser novamente investigados por suposto envolvimento com a chamada “máfia das ambulâncias”. São eles Gilberto Nascimento (PMDB-SP), Feu Rosa (PP-ES) e Helenildo Ribeiro (PSDB-AL).

Segundo Biscaia, a Procuradoria-Geral da República (PGR) informou à comissão que há contra esses três parlamentares indícios que justifiquem a abertura de inquérito. Esse procedimento já foi solicitado pela PGR ao Supremo Tribunal Federal.Além desses, outros 24 deputados devem ser investigados pela Procuradoria. Contra todos eles já há representação no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara.

Conteúdo do inquérito

O presidente da comissão afirmou que hoje teve acesso apenas aos nomes, e pretende se informar sobre o conteúdo do inquérito até a próxima semana. A possibilidade de envio desses nomes para o conselho depende, segundo Biscaia, da análise acerca do conteúdo do inquérito, e em seguida de deliberação do plenário da CPMI.O deputado Biscaia deu as declarações há pouco, na porta da sala de trabalhos da CPMI, que se situa na ala Senador Alexandre Costa, do Senado.

Seja o Primeiro a Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MM