Pressione "Enter" pra pular este conteúdo

Lançado no STF o Dicionário de Filosofia do Direito

Sob a presidência da ministra Ellen Gracie, e com a presença de ministros da Corte, juristas, professores, embaixadores e servidores da Casa, foi lançado nesta tarde (23/05), no Espaço Cultural da Biblioteca Victor Nunes Leal, no Supremo Tribunal Federal (STF) o Dicionário de Filosofia do Direito, publicado pela Editora Unisinos em parceria com a editora Renovar.

Primeira obra do gênero em Língua Portuguesa, o dicionário é coordenado por Vicente de Paulo Barreto, professor do Programa de Pós-graduação em Direito da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos). Contém mais de 230 verbetes escritos por 170 filósofos, juristas e cientistas sociais brasileiros e estrangeiros, entre eles o ministro do Supremo, Eros Grau.

Na ocasião a ministra Ellen Gracie ressaltou que “essa iniciativa do STF, em conjunto com a Unisinos, proporciona a oportunidade de intensificarmos um ambiente de construtiva cooperação que o Supremo Tribunal Federal estima poder desenvolver com as instituições universitárias nacionais.”

Já o ministro Eros Grau, ao apresentar o dicionário, disse que “não se trata de um mero vocabulário jurídico, mas sim um dicionário crítico que vai além da dogmática que só ensina leis e acaba desconhecendo o direito.”

O magnífico reitor da Unisinos, Pe. Marcelo Fernandes de Aquino destacou que “através da pesquisa e da seriedade acadêmica a Unisinos está dando corpo ao ideal que Ignácio de Loyola traçou para todos da ordem dos jesuítas que é o serviço a Deus através do serviço à cultura humana.”

O dicionário pode ser encontrado no site da editora Unisinos www.unisinos.br e em livrarias especializadas em todo o Brasil.

Por Mateus Matos