Adicionar RSS




Há    visitantes  além dos   membros online no site neste momento booked.net booked.net booked.net


   Adicionar RSS de Decisões & Notícias

Decisões & Notícias

 
FILTROS
Direito de Trânsito
Anulada punição de motorista que alegou, em blitz, ter comido bombom de licor
|Lei Seca



Publicado em 11/04/2017

        BRASÍLIA, DF - A Justiça deu razão à apelação de um motorista de Petrópolis, no estado do Rio de Janeiro, que recorreu contra a apreensão de sua carteira de habilitação pelo Detran, por se negar a fazer o teste do bafômetro durante blitz da Lei Seca.

       O motorista, cujo nome não foi revelado, alegou ter comido um bombom de licor e questionou a calibração do aparelho de medição do teor alcoólico. Além da devolução da carteira de habilitação, o Detran terá de fazer a exclusão dos pontos subtraídos do prontuário do motorista e restituir a multa de R$ 1.915,40, corrigida desde 2013.

       Os desembargadores da 13ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio acompanharam o voto da relatora da açao, Sirley Abreu Biondi. A magistrada considerou legítima a negativa do condutor de se submeter ao teste do bafômetro “diante da legislação aplicável à espécie na época do evento, sendo certo que ninguém está obrigado a produzir prova contra si”.

       E também da “inexistência de provas atestando indícios de ingestão de bebida alcoólica, bem como de atos perpetrados de modo a colocar em risco a incolumidade física do autor e de outros condutores de veículo ou transeuntes”, disse.

       Recurso é julgado improcedente

       O motorista recorreu à 13ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, após seu pedido ter sido julgado improcedente em primeira instância. Segundo ele explicou, o agente de trânsito não ofereceu alternativa para outro tipo de exame que viesse a comprovar a ingestão de álcool.

       A desembargadora, em sua decisão, ressaltou que a “simples afirmativa quanto a um bombom de licor não pode ser considerada conduta violadora dos dispositivos legais previstos no Código de Trânsito Brasileiro, se desacompanhada de prova concreta a respeito da presença de álcool na corrente sanguínea do motorista”.

       

Fonte:   ABr - Agência Brasil

Revisão: Mateus Matos

Leia mais sobre o mesmo tema: Lei Seca
» STJ admite condenação baseada apenas com resultado do "bafômetro" -12/06/2015
» Agente do Detran é condenada no Rio por falar que juiz não é Deus -05/11/2014
» Lei Seca mais rígida entra em vigor hoje, às vésperas do feriado -21/12/2012
» Motorista não consegue salvo-conduto para se eximir de punições da Lei Seca -27/04/2012
Leia mais sobre a mesma matéria: Direito de Trânsito
» Entra em vigor lei que aumenta pena para motorista embriagado -19/04/2018
» TJMG condena motociclista por causar acidente e lesionar garupa -13/07/2017
» Justiça proíbe multa a quem dirigir com farol desligado de dia em rodovias -04/09/2016
» Farol baixo durante o dia passa a ser obrigatório em rodovias brasileiras -24/05/2016
» Sancionada regras mais rígidas do Código de Trânsito -06/05/2016
» Justiça Federal suspende exigência de habilitação para Ciclomotores até 50cc -19/10/2015
» Câmara aprova pena maior para motorista que matar sob efeito de álcool -24/09/2015
» Espólio não é parte legítima para cobrar seguro obrigatório em caso de morte -02/07/2015
» Prazo para uso obrigatório do extintor ABC é novamente adiado -15/06/2015
657 visitantes leram este conteúdo até o momento


    Nenhum comentário a respeito, até o momento.






Deixe sua opinião:
Por favor, desligue o CAPS-LOCK.



PESQUISA
DIGITE A PALAVRA:


ESCOLHA EM QUE CAMPO PESQUISAR:


Todas as palavras
Expressão exata